Wassef confirma viagem aos EUA para comprar Rolex e devolver à União, mas nega ter feito 'operação de resgate' a mando de assessor de Bolsonaro
16/08/2023

PUBLICIDADE

Advogado de Bolsonaro compra relógio Rolex nos EUA e afirma que era presente para o governo brasileiro. Frederick Wassef nega participação em operação de resgate da joia, mas não esclarece se é o mesmo relógio vendido ilegalmente por ex-assessor de Bolsonaro.

Wassef alega que a viagem aos EUA já estava marcada e que comprou o relógio com seu próprio dinheiro, cumprindo determinação do TCU. Polícia Federal investiga venda ilegal de presentes recebidos por Bolsonaro e quebra do sigilo bancário do ex-presidente e da ex-primeira-dama. Wassef declara que não tem relação de amizade com o ex-assessor Mauro Cid e que a acusação é uma armação.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

AD